Biografia

undefined

Carmen Zita Ferreira

É natural de Ourém (Portugal) e nasceu em 1974.

Desde cedo ligada à música, aprendeu a tocar Trompa de Harmonia, Cavaquinho, Viola e Bandolim.

Estudou na Universidade Nova de Lisboa – Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, tendo concluído naquela instituição em 1997 a Licenciatura em Línguas e Literaturas Modernas – Estudos Portugueses. Nessa mesma Faculdade terminou, em 1999, a Pós-graduação no Ramo de Formação Educacional e em 2002, a Pós-graduação em Cultura Portuguesa Contemporânea.

É Mestre em Ciências Documentais, na variante de Bibliotecas e Centros de Documentação, pela Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias de Lisboa, com a Dissertação “Biblioterapia aplicada a idosos: um novo desafio para as bibliotecas públicas portuguesas” (2013).

Publicou em 2004 o livro de poesia “Jogo de Espelhos” (Ed. Som da Tinta) e em 2006 “Do mar grande e doutras águas” (Ed. Gama), num projeto com mais quatro poetas portugueses. Viu publicado, também em 2006, um poema de sua autoria no livro “Foto&Legenda – O blog” (Ed. Som da Tinta).

Está representada em várias antologias de poetas lusófonos. Em 2010, estreou-se na Literatura Infantil e Juvenil, com o livro “O Bicho de sete cabeças – História de uma eleição democrática” (Ed. Trinta por uma linha), ilustrado por Sandra Serra e recomendado pelo PNL – Plano Nacional de Leitura (para apoio a projetos relacionados com Cidadania para os 3º, 4º, 5º e 6º anos de escolaridade).

Em 2013, editou o livro de poesia para a infância “Dois dedos de conversa”, ilustrado por Sara Cunha, com a chancela da Tropelias & Companhia (Ed. Trinta por uma linha).

Em 2015, Carmen Zita Ferreira editou o livro “O Pequeno Trevo vai à escola”, ilustrado por Bruno Gaspar, cujo valor das vendas reverte totalmente a favor da APPC – Associação Portuguesa de Paralisia Cerebral de Leiria e do projeto de construção da “Quinta dos Trevos e Amigos”.

Em janeiro de 2016, foi lançado o livro “O Morcego Bibliotecário”. Ilustrado por Paulo Galindro e editado pela Trinta por uma linha esta obra é também recomendada pelo PNL – Plano Nacional de Leitura, para o 4º ano (Leitura Autónoma). Sobre o mesmo escreveu Valter Hugo Mãe:

"Tem nas mãos uma obra de arte. A desmistificação dos morcegos enunciada belissimamente por Carmen Zita Ferreira e vista com esplendor por Paulo Galindro. Este livro é um luxo. Dá vontade de casar a autora com o ilustrador e rezar que nunca mais se larguem um do outro para que nunca mais parem de nos maravilhar."

Em 2017, Carmen Zita Ferreira editou o livro “Beatriz, a árvore feliz” (Ed. Trinta por uma linha), ilustrado por Hélder Barbosa.

Nesse mesmo ano, foi também lançada a segunda edição do livro “Dois dedos de conversa”, com a oferta especial de CD com as músicas compostas por Paulo Honório Ferreira e por Jorge Gonçalves, cantadas pela autora.

Em 2018, participou na Antologia Poética "Os Direitos das Crianças" (Ed. Trinta por uma linha), que conta com capa do ilustrador João Vaz de Carvalho e com a participação de 18 poetas portugueses, galegos e brasileiros.

As atividades preferidas de Carmen Zita Ferreira são ler, viajar e cantar.